O Xamã

Xamã é uma palavra originária da língua dos povos Tungus da Sibéria que logo caiu na popularidade, pois foi adotada pelos antropólogos para se referirem à pessoas que possuem grande variedade de conhecimentos (como por exemplo o amplo conhecimento das ervas medicinais e técnicas de cura do corpo espiritual, físico e mental). O Xamã pode ser um homem ou mulher que consegue acessar um estado alterado de consciência sempre quando quer ou precisa, e essa consciência traz conhecimentos para que ele possa auxiliar as pessoas que o procura.


Antes da nomenclatura xamã, essas pessoas foram conhecidas como bruxos, feiticeiros, curandeiros, magos, mágicos, videntes e pajés. E os xamãs se distinguem extamente pelo seu contato com uma realidade chamada de êxtase (também conhecido como EXC – Estado Xamânico de Consciência), se especializando num transe durante o qual sua alma deixa o corpo e perambula por diferentes locais espirituais e durante essa viagem o xamã costuma trabalhar para curar seu paciente. Após esse trabalho o Xamã retorna ao ECC (Estado Comum de Consciência), trazendo instruções para o paciente.


A palavra Xamã ou Shaman, significa “aquele que não se desconectou”, é o vidente perfeito, trabalha bem no escuro, pois o escuro traz a visão clara, podendo até usar vendas durante seu estado de êxtase, por isso os xamãs preferem trabalhar sob a luz da lua e apenas com pequenos pontos de luz (como fogo ou velas), e também conta com instrumentos como tambores, maracás, chocalhos e as danças para induzir ainda mais esse estado xamânico de consciência.


O xamã tem a capacidade de iluminar as trevas, ele vê nas trevas o que as pessoas comuns não enxergam. Ele é um desbravador da consciência humana, trabalhando em um universo muito mais amplo do que apenas a visão material.




Fontes:

  • Pesquisa, texto e edição: Virginia Rodrigues – fonte de pesquisa: estudosxamanicos.com.br/revista Viver Melhor, especial Xamanismo.

  • O Caminho do Xamã – Michael Harner

  • As Cartas do caminho Sagrado – Jamie Sams

  • Apostilas e Anotações de: Otávio Leal e Dianna Valer

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo