Xamanismo

O Xamanismo é a mais antiga tradição curativa da humanidade, utiliza a conexão entre o mundo espiritual e as forças da natureza para trazer harmonização, consciência e equilíbrio para o corpo e a mente, resgatando partes fragmentadas do seu ser, sempre visando a cura. Esta é uma prática filosófica, espiritual e de cura que promove o encontro das duas polaridades que existe dentro de você (Yin e Yang), promovendo um “casamento” alquímico trazendo principalmente o amor próprio e te re-conectando a criatura com o criador.


Dentro do xamanismo aprendemos a respeitar e a reverenciar a energia que contém em tudo o que é vivo dos reinos mineral, vegetal, animal e etérico. Há várias práticas da filosofia xamânica em locais diferentes do mundo. Existem os pajés (índios da América do Sul), feiticeiros (índios norte americanos e mexicanos), curandeiros (em tribos africanas), médicos “alternativos”, monges e lamas orientais (Tibetanos, chineses, japoneses e coreanos) com técnicas de meditação, acupuntura chás e ervas, os clãs dos aborígenes na Austrália e Nova Zelândia e Sibéria, enfim! Em todo lugar do mundo há xamãs que trabalham com o poder da cura e da reconexão com o universo, cada um usando suas ferramentas, mas todos trabalhando por um único motivo, a cura e a reconexão do seu poder pessoal.


Alguns dizem que o xamanismo é uma grande aventura mental e emocional tanto para o paciente, quanto para o curandeiro, sua filosofia não exige “crença” nem mudanças nas noções que se tem sobre a realidade no estado de consciência. Na verdade, o xamanismo apenas desperta o que você já possui dentro de você, em contato com a ancestralidade do espírito e com a natureza mais íntima de nossos sentidos (que muitas vezes está despercebida) encontramos a cura para nossas dores espirituais ou físicas apenas com o despertar do seu poder pessoal.




Nos dias de hoje as pessoas comuns, principalmente aquelas que moram em grandes centros urbanos, estão se voltando para a busca da reconexão, pois seus espíritos já estão sentido a falta de se sentir plenos. Quando buscam as práticas xamânicas elas adquirem o autoconhecimento, o seu poder pessoal entrando em contato com o seu próprio “eu”, do seu verdadeiro contato com a espiritualidade, assim obtém paz, harmonia, equilíbrio na vida. Com isso, o homem passa a compreender que faz parte de uma grande família, que tudo está ligado e que somos todos um e passa sentir novamente a centelha divina dentro de sí, passando a viver de um modo mais respeitoso e com a consciência do seu papel neste planeta e no universo.


Portanto, o Xamanismo é um processo de cura, que envolve o contato com a natureza, animais e espíritos ancestrais, no qual o curandeiro o sacerdote (mais conhecido como xamã), é responsável por guiar e manter a saúde de todos que o procura. O principal objetivo na filosofia xamânica é a reconexão com o sagrado, com o universo, com o nosso poder pessoal reconhecendo diante do divino, a origem sagrada de toda a vida que existe no planeta. Somos espíritos livres em comunhão com a Mãe Natureza e tudo que tem vida no planeta, nós fazemos parte disso, somos um fragmento disso tudo. Mergulhando dentro de nós mesmos, compreenderemos que a espiritualidade maior é a fonte de nossa própria existência neste mundo.

Fontes:

  • Pesquisa, texto e edição: Virginia Rodrigues – fonte de pesquisa: estudosxamanicos.com.br/revista Viver Melhor, especial Xamanismo.

  • O Caminho do Xamã – Michael Harner

  • As Cartas do caminho Sagrado – Jamie Sams

  • Apostilas e Anotações de: Otávio Leal e Dianna Valer

1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo